Representatividade: Menina lança projeto de livros só com protagonistas negras

Representatividade importa!

Como é ser apaixonada por leitura mas não se identificar ou se sentir representada?

Marley Dias de 11 anos se sentia decepcionada por não se “ver” nas histórias dos livros que constavam no currículo escolar, que geralmente eram protagonizadas por “garotos brancos e seus cachorros” e passou a reclamar com a mãe sobre este fato.

Janice perguntou a filha o que ela pretendia fazer para mudar e fato que vinha lhe incomodando, Marley então decidiu que  ajudaria a expandir o alcance de livros protagonizados por meninas negras.

O projeto #1000BlackGirlBooks (“mil livros com garotas negras”, em português), que busca coletar mil livros,  faz parte da iniciativa anual do acampamento para meninas negras GrassROOTS Community Foundation, na Filadélfia, para ajudar crianças que vivem na pobreza.

@scholasticinc was the best! Great discussion with the staff not to mention that it was book haven⭐️ #1000BlackGirlBooks

Uma foto publicada por Marley Dias (@iammarleydias) em

A meta já foi alcançada e hoje já ultrapassa 4 mil livros catalogados e 700 disponíveis no site do projeto.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, Janice disse que elas continuam recebendo livros e que são doados para escolas tanto nos Estados Unidos quanto na Jamaica, lugar onde a mãe de Marley nasceu.

“Acho que nós não tínhamos noção do dilema internacional que é essa questão de falta de diversidade e a Marley teve a chance de dar voz a um desafio que muitas pessoas preferem não falar” contou ao jornal.

Off to have a great day with @elleusa and @scholasticinc for Spring Break🌴🌸 #1000BlackGirlBooks

Uma foto publicada por Marley Dias (@iammarleydias) em

Marley manda um recado sobre representatividade:

“[É algo que] Realmente importa quando você lê um livro ou aprende algo, você sempre quer algo com o qual você possa se conectar. Se você tem algo em comum com os personagens, você sempre se lembrará e aprenderá a lição do livro“.

Se você quiser ajudá-la com a campanha, saiba como no site oficial.

A falta de representatividade de nossas crianças

Falta de personagens negros nos desenhos, bonecas brancas, personagens principais nas novelas e demais referências, fazem com que as nossas crianças negras possam ter dificuldades em aceitar sua identidade. A caminhada rumo a representatividade de nossos pequenos é longa, porém se cada um de nós fizer como a pequena Marley e tomarmos atitudes positivas, nossas crianças terão em quem se espelhar!

Beijos da Preta!

 

sign-Dai

Dai dos Passos Sobre Dai dos Passos
Não conseguimos muitas informações, segue lá nas redes sociais vai que vocês tem mais sorte! Qualquer informação compartilhe com a gente.

Google+